Realizado na Casa Ecoativa, localizada na Ilha do Bororé (Grajaú, Extremo Sul de São Paulo), o Sarau de Cordas tem sua primeira edição do ano neste sábado (21 de janeiro). E para começar 2017, recebe como uma das atrações a exposição fotográfica “Margem, um olhar sobre o Extremo”.

O educador e fotógrafo documentarista André Bueno (responsável pela foto em destaque neste post) expõe um trabalho autoral onde apresenta a simbologia subjetiva do quanto a represa representa para a questão de identidade de seus moradores e usuários.

Maior reservatório de água em área urbana do mundo, a represa tem mais de um milhão de pessoas morando ao seu redor. Foi nela em que André aprendeu a nadar, remar, viu seus tios e avô pescarem e preservarem a natureza.

Teatro e poesia

Ainda nesta edição, o ator Marcos Damigo apresenta trechos da peça “Dom Casmurro”, adaptada do livro clássico do escritor Machado de Assis; e Evania Vieira e Israel Lima interpretam a performance teatral “Batom Vermelho”, que aborda a violência contra as mulheres.

Diones Reis e Fernando Pansan lançam o livro “Poesia de Garagem” e, para fechar, show ao vivo com Élio Camalle.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: