Moradores de ocupação no Grajaú pegam carona em greve de caminhoneiros e travam avenida no Extremo Sul Ato da ocupação Jardim da União em apoio a grevistas também pedia redução do preço da gasolina e do gás de cozinha; veja fotos

Após oito dias de greve nacional de caminhoneiros, que paralisaram os trabalhos para protestar contra os sucessivos aumentos no preço do diesel pela Petrobras, os moradores da ocupação Jardim da União (localizada no distrito do Grajaú, Extremo Sul de São Paulo) e integrantes do Movimento Luta Popular saíram às ruas da região na madrugada e manhã desta quarta-feira (30 de maio).

Na pauta do movimento, estão o apoio aos caminhoneiros e petroleiros em greve, e a reivindicação para reduzir também o preço da gasolina (por volta de R$ 4,29) e do gás de cozinha (em torno de R$ 80).

Após percorrer a avenida Paulo Guilguer Reimberg, o ato chegou até o Terminal Varginha e chegou a bloquear o sentido centro da avenida Teotônio Vilela, de onde seguiu até imediações do Jardim São Bernardo.

Confira as fotos: