Mina também rima, pode vir pra cima! O Primeiro episódio da Série 'Mulheres No RAP' é com ninguém menos que Dorothy de Souza, uma das primeiras manas no Hip Hop de SP, direto do Grajaú

A cena do RAP é diferente quando se é mulher. Os desafios são outros, as realizações também. É com muito prazer que estreamos a nossa série ‘Mulheres no RAP’ com a Dorothy de Souza, que desde os anos 1990, tá na função dos 4 elementos do Hip Hop.

Dorothy fez parte do primeiro grupo feminista de RAP de São Paulo, direto do Grajaú. E de lá pra cá, sempre foi apaixonada pelas tranças, trabalhando pesado com estética negra, sendo uma grande influência na arte de trançar.

No Grajaú, o que eu gritar aparece! Cada pessoa do elemento Hip Hop tem a obrigação de exercer uma atividade, não vai ficar parado!

Dorothy se vê realizada na cena que só cresce no Grajaú. Veja o que mais ela contou pras repórteres Nayra Lays e Mariana Rosa na entrevista!

Reportagem produzida por Levi Silva, Mariana Caires, Mariana Rosa, Nayra Lays e Thiago Borges.