Uma fatia de 3% do bolo do orçamento de São Paulo é destinada à Cultura. Nos primeiros dias da sua gestão, o prefeito João Dória encaminhou 47% dessa fatia para o congelador. Cinco meses depois, ela continua congelada, e enquanto isso, a Prefeitura encaminha seus planos de privatização do que, por direito, é público.

Infelizmente, o parágrafo acima não é enredo pra nenhuma peça de terror. É a realidade da cultura na cidade de São Paulo nos primeiros meses da gestão de João Dória. O desmonte da cultura afeta toda a cidade, e é nas periferias que se vê as piores consequências.

Contra o desmonte e pelo descongelamento da verba destinada à cultura na cidade de São Paulo, a Frente Única de Cultura convocou o ATO que vai acontecer nessa terça-feira às 12h, em frente à Prefeitura de São Paulo. Pedem que quem puder comparecer, esteja de preto, manifestando o luto pela cultura. Confira mais informações sobre o ato de terça-feira no evento no facebook.

O movimento pede pela execução do Plano Municipal de Cultura, a implantação do Conselho Municipal de Cultura, e exige que metade desses três por cento sejam destinados a projetos das periferias da cidade.

Na semana passada, o anúncio dos contemplados no Programa VAI revelou prejuízos do congelamento. Dos R$ 12 milhões previstos para o Programa VAI, R$ 4 milhões foram cortados. Isso resultou em 78 projetos a menos contemplados pelo edital em relação ao ano passado (2016). Para exigir a aprovação de mais projetos, movimentos do Extremo Sul de SP convocaram um Rolezinho para quarta-feira no largo do Paissandu. Veja as informações sobre o protesto no link: http://periferiaemmovimento.com.br/rolezinhocontraocongelamento/.

A luta contra o desmonte da cultura já vem acontecendo desde o começo do ano. Em março, artistas das Periferias ocupam ruas do Centro contra o congelamento da Cultura, conforme mostramos na reportagem.

 

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ALERTA! Coronavírus e as quebradas

Confira nossa cobertura

Apoie nossa cobertura jornalística

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: