Por Ludmila Fernandes 

Transformar uma refeição em uma ocasião especial é uma grande qualidade e, cada vez mais, esse diferencial é apreciado pelo público. E com a criação de diversas empresas neste ramo, os detalhes mais do que nunca são essenciais para crescer. 

Por isso, vamos falar de 3 iniciativas que preparam e fornecem o alimento como presente: a Cozinha da Rê – Alimentos Saudáveis, a Cozinha com Afeto e a Quero Mais.

Esta é a 6ª e última matéria desta temporada da série Fortalece Quebrada, um projeto da Periferia em Movimento e da agência de comunicação Bora Lá para destacar empreendimentos criados por moradoras e moradores das periferias de São Paulo.

Prazer e saúde

Em 2017, Ana Regina de Luna estava sem trabalho fixo. Com a necessidade de gerar renda, ela viu a oportunidade de fazer algo que ao mesmo tempo propiciasse algum tempo livre para aproveitar a vida. Dessa forma, em novembro daquele ano ela lançou oficialmente a Cozinha da Rê, que tem como foco a preparação de alimentos saudáveis pensados especialmente para quem tem restrições alimentares ou é vegano ou vegetariano. 

A inspiração veio de dentro de casa: a mãe de Ana Regina sempre teve cuidado com a alimentação; e uma amiga dela, que é vegana, também sempre sinalizou isso. O conhecimento foi aperfeiçoado em um curso da Empreende Aí. 

Ana Regina começou a fazer suas receitas e incrementou o cardápio após cursos para fabricação de pães, bolos, tortas, geleias e pastas. Ela utiliza ingredientes orgânicos na maioria das vezes. No pão, inclui ora pro nobis, uma planta alimentícia não convencional que contém a proteína da carne. Sem conservantes químicos, um pão caseiro dura até 10 dias. 

Além de fabricar, Ana Regina também faz as entregas a partir de sua casa no Jardim Macedônia (região do Campo Limpo). Quando não dá conta do movimento, pede ajuda a sua irmã. Os parentes e amigos também provam cada nova receita e atestam a qualidade do produto.

Como funciona? Peça pelo whatsapp (11 94703-6933). Entre as opções de pagamento estão dinheiro, cartão de débito e crédito, transferência bancária e boletos.  

Novas experiências 

Daniela Souza e Regiane Soares ficaram sem emprego fixo desde o início da pandemia de coronavírus. Em meio ao “despesero”, elas viram no alimento como uma oportunidade: afinal, a comida sempre esteve presente conectando suas histórias com amigues e familiares. 

Daniela e Regiane, da Cozinha com Afeto (foto: Divulgação)

“A Regiane já trabalhou em restaurante e trouxe um pouco dessa bagagem para organização da logística e da produção na cozinha”, explica Daniela. 

Da Vila Sônia (zona Oeste de São Paulo), elas pensaram em um negócio que fornecesse comida de qualidade desde Parelheiros (no Extremo Sul) até o centro da cidade com um preço acessível. 

Com pratos que vão da culinária brasileira e mexicana à cozinha italiana ou árabe, a Cozinha com Afeto se reinventa a cada dia. 

“Tirar a ideia do papel até hoje tem nos surpreendido! O processo de adaptação e reinvenção são quase que diários, e a dimensão que a Cozinha tomou e tem tomado segue nos surpreendendo”, continua Daniela.

Mesmo baseado na pandemia, que gera incertezas, o objetivo das sócias é de continuar expandindo a iniciativa. 

Como funciona? Peça pelo whatsapp (11 98157-2807 ou 95453-8427) ou instagram (@cozinha_afeto). O pagamento pode ser feito com dinheiro, cartões de débito e crédito, transferência bancária, vale refeição VR ou Sodexo.

Gostinho a mais

Regina, da Quero Mais (foto: Divulgação)

A família de Regina Pereira dos Santos sempre curtiu uma cozinha. Além de sempre valorizarem o ato de “receber pessoas em casa” com pratos variados, fazer festas e comemorações, ela e seus irmãos são “filhos da boleira” do bairro de Cidade Dutra (no Extremo Sul de São Paulo). Por isso, a culinária se tornou uma tradição familiar. 

Regina, por sua vez, já fazia suas receitas caseiras. E com a pandemia e a sensação de que o tempo não passava, com dias poucos produtivos, em abril de 2020 ela oficializou a criação da Quero Mais – Aromas e Sabores e Especiais. Edson Pereira dos Santos e Tainá Santos de Souza também colaboram na iniciativa que vende geleias e molhos, como o “Rio 40 graus”, que tem alho crocante, especiarias e pimenta calabresa. 

Como funciona? As vendas são feitas através de uma plataforma de pedidos, onde o cliente informa a forma de pagamento e retirada. Clique aqui para acessar. O whatsapp é o 11 99345-0684. Acesse aqui o instagram.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CAIU TUDO POR AÍ?

Siga a gente no Twitter!

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: