Família Trindade é homenageada no aniversário da Roda de Estudos Afro-brasileiros do Grajaú No dia 26 de novembro, CAPS Grajaú homenageia o clã de artistas que fincou raízes em Embu das Artes (SP) e contribui para o resgate das culturas negras na Grande São Paulo. Confira a cobertura do Periferia em Movimento no dia!

“Pesquisar nas fontes de origem e devolver ao povo em forma de arte”.

O lema que norteou os trabalhos de Solano Trindade cabe à proposta da Roda de Estudos Afro-brasileiros realizada todos os meses, desde novembro do ano passado, pelo Centro de Arte e Promoção Social – CAPS Grajaú. E neste primeiro aniversário, o grupo homenageia justamente o clã de artistas que fincou raízes em Embu das Artes (SP) e contribui para o resgate das culturas negras na Grande São Paulo.

O Periferia em Movimento realizará a cobertura do evento no dia. Acompanhe!

Santíssima Trindade

Nascido em 1908 no Recife (PE), o poeta, pintor, teatrólogo, ator e folclorista Solano fundou a Frente Negra Pernambucana, passou por Belo Horizonte (MG) e Pelotas (RS), até chegar à capital paulista e expandir a saga familiar com poesia, dança, música e outras formas de expressão artística.

Desse berço nasce Raquel Trindade, filha de Solano que é artista plástica, coreógrafa, ialorixá de Candomblé e mãe do percussionista Vitor de Trindade – pai do múnica Manuel e do rapper Zinho –, da cantora e dançarina Dadá e de Regina, única da família que não se dedica às artes.

Para fazer jus a esse vasto portifólio, a Roda de Estudos Afro-brasileiros celebra seu aniversário neste sábado (26 de novembro) com uma série de atividades. 

Confira a programação

22112016_-roda-de-estudos-afrobrasileiros-caps-grajau14h Abertura

Grafite com Mariana Rosa e Mut

Tranças com Sara Leediane

Oficina de bonecas “Raquel Trindade”, com a arte-educadora Luci Vania – CEI CEU Navegantes

Exposição em homenagem à família Trindade, com trabalhos dos alunos das escolas EMEI CEU Três Lagos e EMEI Castro Alves

16h Bate Papo: Mulher Negra em Debate

Com mediação de Elânia Francisca (Coletivo Mulheres na Luta) e as convidadas Maria lleanna Faguaga Iglesias, antropóloga (Universidade de Havana, Cuba), a maquiadora Camila Lima (Coletivo Claudias Eu? Negra!), a pedagoga Lucimeire Juventino Martins (Centro de Arte e Promoção Social e Prefeitura de São Paulo), a historiadora e professora Sebastiana Gonçalves de Souza e a pedagoga Janeide Silva (Sarau da Rema na Voz)

18h30 Roda de estudos Afro-brasileiros convida para o Sarau Solano Trindade: Mariana do Berimbau, Sobrenome Liberdade, Sarau de Cordas, Sarau do Grajaú, Sarau Clamarte, Sarau da Remo na voz a vez, Roda de poesia do CAPS

Com lançamentos dos livros: Penteando a vida (Maria Vilani – Selo Capsianos), Escritos ao extremo (Autores do CAPS — Selo Capsianos), Tudo é Problema com o Bruno (Vinicius Rossato — Selo Capsianos), Terra de Gente (Rás Sidmar) e Meu Sobrenome é ousadia (Mariana do Berimbau)

E os pocket shows de Denise Alves, Marcio Ricardo, Gabriela Juliano, Maira Garcia, Genio X e Luiz Semblantes.

Anotaí!
O quê?

Aniversário da Roda de Estudos Afro-brasileiros do CAPS Grajaú

Mais informações: https://www.facebook.com/events/224420534638156/
Quando? Sábado, 26 de novembro, das 14h às 21h
Onde? Centro Cultural Grajaú
Rua Professor Oscar Barreto Filho, 252 - Parque América - Extremo Sul de São Paulo
Adicionar à agenda do Google