Extremo Sul: 07 saraus pra colar neste fim de semana nas quebradas de SP

Extremo Sul: 07 saraus pra colar neste fim de semana nas quebradas de SP

Periferia em Movimento

Periferia em Movimento

Da Cidade Dutra ao fundão de Parelheiros, encontros utilizam arte para abordar diferentes temáticas. Confira a lista que preparamos!

Os saraus ressurgiram com força no início dos anos 2000 nas periferias de São Paulo, puxados por escritores marginais como Binho e Sergio Vaz, por exemplo. E ao longo dos anos, se espalharam por diferentes quebradas. Hoje, temos uma infinidade de encontros desse tipo – e, cada um a sua maneira, utilizando a arte para abordar diferentes temáticas.
Uma amostra disso é o que acontece nos próximos três dias entre a Cidade Dutra ao fundão de Parelheiros. E nós listamos pelo menos 07 saraus que acontecem nessa região entre as represas Billings e Guarapiranga. Confira!
 

Sarau das Águas

Um espaço plural para debates e manifestações culturais, o sarau parte da atuação socioambiental da organização Espaço de Formação Assessoria e Documentação. Nesta edição, o encontro recebe o educador e militante Daniel Fagundes e homenageia o músico Marcelo Yuka.
Quando? Sexta-feira (22/02), a partir das 19h30.
Onde? Na ONG Espaço – Rua Cambuci do Vale, 109 – Cidade Dutra (em frente ao supermercado Sonda) – Extremo Sul de São Paulo.
Mais informações aqui.
 

Tempestade de Ideias

Evento voltado para a consciência humana, onde as trocas acontecem por meio da música e da poesia. Nesta edição, tem pocket show do grupo Evandro e Los Negros – banda com influência de diferentes estilos como MPB, rock, indie, jazz, entre outros. Além disso, tem venda de comidas veganas, sucos naturais, camisetas, apostilas e zines.
Quando? Na sexta-feira (22/02), às 21h.
Onde? Na Abrace (Associação Brasileira de Cultura e Educação) – Avenida Jangadeiro, 388 – Cidade Dutra – Extremo Sul de São Paulo.
Mais informações aqui.
 

Sarau Resistir é Preciso

Nos distritos de Parelheiros e Grajaú, os organizadores amplificam as vozes das periferias com a participação da comunidade e de quem faz e pensa cultura e políticas públicas na região.
Idealizado pelo ator, diretor, poeta e capoeiristas Renan Vitor, essa inciativa ocorre desde 2015 inicialmente na sede Filhos da Corrente, no bairro Jardim Sete de Setembro, e nesta edição ocorre também no CEU Parelheiros.
Quando? Na sexta-feira (22/02), a partir das 19h.
Onde? Na sede da Filhos da Corrente – Rua Dante Ambrósio, 84 – Jardim Sete de Setembro – Grajaú – Extremo Sul de São Paulo.
Quando? No domingo (24/02), às 15h.
Onde? No CEU Parelheiros – Rua José Pedro de Borba, 20 – Parelheiros – Extremo Sul de São Paulo.
Mais informações aqui.
 

Sarau na Casa111

A Casa 111 (foto em destaque) é uma ação da Associação Bem Comum e, em todo último sábado de cada mês, realiza um sarau com acolhimento e troca cultural. Os organizadores sugerem que participantes levem uma bebida ou prato de comida para lanche colaborativo.
Quando? No sábado (23/02), das 19h às 22h.
Onde? Na Bem Comum – Rua Nossa Senhora de Nazaré, 111 – Cidade Dutra – Extremo Sul de São Paulo.
Mais informações aqui.
 

(Foto: Divulgação/ Sarau do Grajaú)

Edilene Santos, uma das organizadoras do Sarau do Grajaú

Sarau do Grajaú

Todo último sábado do mês, o sarau se estabelece como espaço de resistência de músicos, poetas, atrizes e atores, e toda a comunidade reunida. Leia reportagem que publicamos a respeito.
Quando? No sábado (23/02), a partir das 19h30.
Onde? Na rua Antonio Comenale, 166 – Parque Cocaia – Grajaú – Extremo Sul de São Paulo.
Mais informações aqui.
 

Sarau Maluco Beleza

Em sua primeira edição, o sarau que acontece na cratera de um meteoro que caiu há milhares de anos no Extremo Sul da cidade promove o sentido da sociedade alternativa defendida pelo músico Raul Seixas.
Quando? No sábado (23/02), às 19h40
Onde? No Espaço GiraSol – Rua das Begônias, 1 – Vargem Grande – Extremo Sul de São Paulo
Mais informações aqui.
 

Sarau Favela no Topo

Em sua segunda edição, o sarau que acontece ao ar livre na Praça do Mirna se junta à Batalha da Boa Vontade para difundir a poesia falada e o verso livre. Além da batalha, tem roda de conversa sobre afeto com Thaís Santos e Gabriela Galvão, além de discotecagem e pocket shows de Nzambi, SOS e Kawe MC. Henrique Madeiros é o poeta convidado.
Quando? No domingo (24/02), das 16h às 22h.
Onde? Na Praça do Mirna – Avenida Antonio Carlos Benjamin dos Santos – Jardim Mirna – Grajaú – Extremo Sul de São Paulo.
Mais informações aqui.
 

PARTICIPE DE NOSSA PESQUISA DE OPINIÃO

Autor

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Comente usando o facebook

Nosso manifesto:

Nossas redes sociais:

Notícias recentes:

1 Comentário

  1. […] viveu os perrengues dos final dos 1980 e anos 1990, frequentou ONGs na infância e adolescência e saraus na […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Confira também

Posts relacionados:

Apoie!
Skip to content