Designer transforma raps famosos em cartazes; confira

Nas próximas semanas, muros de São Paulo vão ser ocupados por letras de rap. Cartazes com letras famosas cantadas por rappers brasileiros serão colados em pontos estratégicos da capital paulista pelo designer Evandro Siol.

Idealizador do projeto Rap em Cartaz, Siol escolhe trechos de raps famosos e transforma em desenhos. A ideia é antiga: desde que ele começou a ouvir rap, aos 13 anos.

“Como o rap é rodeado de preconceitos, queria que a mensagem chegasse a mais pessoas”, diz Siol, que tem 24 anos e mora em Caieiras (SP). “Porém, só me senti com repertório artístico e noçã de design necessária em junho do ano passado, quando iniciei a elaboração dos cartazes“, completa ele, que cursa o último semestre de Publicidade e Propaganda e faz estágio em produção gráfica no Sesc Bom Retiro.

Por meio da estética, Siol busca chamar a atenção, atrair o público do rap e também de fora dele, com uma nova roupagem visual. Não é só. Tem o lance artístico do designer.

“Sobretudo, sou sinestésico e vejo cores nas músicas, o que ajuda na criação”, diz ele.

Com um pedaço de papel e um lápis, ele rascunha a letra em forma de desenho e depois confecciona com programas de computação gráfica. Tudo fica pronto em 30 minutos a 2 horas de trabalho.

Ele começou a publicar o trabalho em um blog e uma página no Facebook, onde Siol tem recebido elogios, propostas de parcerias e, lógico, gente de fora do rap curtindo o trabalho.

Mas o desejo de expressar sua arte o fez querer materializar seus pôsteres.

Em setembro, ele lançou o projeto e buscou captar recursos pela ferramenta on-line It’s Noon.

A ideia inicial era fazer dez impressões de cinco modelos diferente, totalizado 50 cartazes coloridos no tamanho A3. O custo para isso era R$ 170, mas Siol arrecadou R$ 240 e pretende imprimir mais modelos ou em um papel com dimensão maior.

Os cartazes estão livres para ser impressos e colados em qualquer muro do Brasil. Os interessados podem se manifestar pela página no Facebook ou via e-mail: [email protected]. A impressão fica por conta do interessado.

Este slideshow necessita de JavaScript.