CyberQuilombo: curso on-line forma oficineiros em Africanidades

O CyberQuilombo, um projeto do labExperimental – está com inscrições abertas para sua nova turma da formação on-line que mescla cultura digital e africanidades.
O curso é destinado a interessados em desenvolver habilidades de arte-educação, educomunicação e processos colaborativos no tema “Africanidades”, em conjunto com adolescentes, jovens e adultos em escolas e centros culturais.
As vídeo-oficinas foram produzidas com o objetivo de contribuir com o processo de criação de conteúdo sobre a temática afro, a fim de que as mesmas possam ser utilizadas  para estudos online por ativistas, estudiosos e curiosos em geral, e principalmente por professores do ensino básico interessados em aplicar a lei 10.639/03, que define que a temática afrobrasileira é obrigatória nos currículos dos ensinos fundamental e médio.
Historiadora e integrante do Grupo Kilombagem, Bergman de Paula fala sobre mulher negra e feminismo no vídeo abaixo:
Já sobre a música negra e o movimento Black Power, a aula é com o pesquisador da cultura afro-diásporica e DJ Eugenio Lima, Membro Fundador do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos e da Frente 3 de Fevereiro. Veja:
Dentro das principais discussões pedagógicas em torno da lei, que foi assinada e promulgada em 2003, são identificados diversos desafios para o cumprimento pelas escolas. Um deles é a falta de material dos professores para abordarem o assunto de maneira teórica e prática sem reproduzir os preconceitos existentes nos livros didáticos que narram a história do negro através de um olhar branco eurocentrista.
Serão selecionados 10 inscritos, que desenvolverão o projeto com treinamento e acompanhamento da equipe do LabE. Podem se inscrever para o processo de formação maiores de idade, desde que residam no município de São Paulo. O curso é gratuito.
  • Juliana Ginel

    Ahhhhhh vi que era on line, pensei que poderia participar mas só tem 10 vagas que são restritas a São Paulo e eu moro em Rio Preto.