Mais iniciativas gratuitas de formação e aprendizagem se abrem neste início de 2020, com conteúdo voltado especialmente para moradores e moradoras de periferias. A Periferia em Movimento seleciona e indica mais 03 possibilidades. Confira a seguir.

Com o objetivo é tornar a comunicação cotidiana dos alunos mais eficiente por meio de aulas de gramática, redação e debates sobre temas atuais, o Projeto Redigir da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP) iniciou o período de matrículas para o Curso de Comunicação e Cidadania com Ferramentas da Língua Portuguesa.

As inscrições devem ser realizadas às quintas-feiras (dias 6, 8, 13, 15 ou 20 de fevereiro), das 09h às 14h ou das 18h às 21h, no Departamento de Jornalismo e Editoração da USP, que fica na avenida Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443 – Bloco 2 – Sala 13. Mais informações: (11) 3091-1499, pelo e-mail ([email protected]) ou aqui.

Já no sábado (08/02), os cursinhos populares do Capão, Ubuntu e Carolina de Jesus promovem a Formação em Educação Popular e Descolonização do Conhecimento. Em meio a um cenário de desarticulação social e política, em especial no âmbito da educação, as iniciativas colocam em perspectiva o tempo e espaço que ocupamos hoje e como trilhar um processo de ensino-aprendizagem para a autonomia, para o olhar crítico e a liberdade frente às barreiras e imposições dos vestibulares.

Para participar, basta preencher aqui o formulário e aguardar o retorno da organização. O encontro acontece das 08h às 17h, no CDHEP – Centro de Diretos Humanos e Educação Popular do Campo Limpo, que fica na rua Dr. Luís da Fonseca Galvão, 180 – Parque Maria Helena, zona Sul de São Paulo. Saiba mais aqui.

E até o dia 26 de fevereiro, a organização Viração Educomunicação recebe inscrições de jovens interessados em participar do projeto “Pra Brilhar” no Grajaú (Extremo Sul de São Paulo), realizado em parceria com o Programa Municipal de DST/Aids da Prefeitura de São Paulo.

Serão selecionados e selecionadas 40 jovens LGBTI+, prioritariamente meninos gays, meninas trans e travestis prioritariamente da região com idade entre 16 e 29 anos, para participarem de uma jornada de formação em gênero, sexualidade, direitos humanos e prevenção combinada ao HIV/Aids e outras ISTs.

Além deste conteúdo formativo, os/as jovens selecionados participarão de oficinas de produção de conteúdos em diversos formatos (texto, fotografia, vídeos, teatro, etc.), distribuídas em 11 encontros. Ao final do programa, o grupo realizará 02 intervenções coletivas na região do Grajaú.

O projeto acontecerá todas as segundas-feiras, das 14h às 17h, entre 09 de março e 15 de junho, no CEU Navegantes. Participantes vão receber vale transporte e lanche. Para participar, inscreva-se no formulário on-line.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: