Foto em destaque: Repentistas do Corpo / Silvia Machado

Esta sexta-feira (9/7) é feriado em São Paulo, quando o Estado celebra a derrotada Revolução Constitucionalista de 1932, que se levantou contra o regime do então presidente Getúlio Vargas. Mas sua folga pode ser de vitória.

E a Periferia em Movimento dá uma ajuda indicando rolês, oficinas e outras atividades que você pode acompanhar sem sair casa ou se programar para acompanhar presencialmente.

Confira abaixo!

Este texto aplica Linguagem Neutra e impessoal. Saiba mais aqui.

1. Mulheres no Samba

Nesta quinta-feira (8/7), às 20h, o Sarau na Quebrada realiza o segundo encontro do projeto Poesia Sambada na Quebrada. E como tema, reverencia grandes matriarcas na live “Mulheres no Samba”. Clique aqui para acompanhar.

A organização do evento aponta que, mesmo com uma presença predominante masculina, a existência do samba se deve muito às mulheres do passado, cujos lares foram verdadeiros redutos para as festas onde muitos sambistas consagrados se iniciaram.

O evento on-line contará com a participação de Meire Terezinha, pedagoga, pós graduada em gestão pública, história e cultura afrobrasileira; May Afonso, porta bandeira, modelo fotográfica e dançarina; e Cláudia Lima, arte educadora e cantora.

Claudia Schapira, Eugênio Lima, Luaa Gabanini e Roberta Estrela D’Alva (nas fotos), integrantes do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, ministram oficinas durante os meses de junho e julho

2. Oficinas do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos

Completando 20 anos de criação e atuação continuada com a construção da linguagem do teatro hip-hop, o Núcleo Bartolomeu de Depoimentos promove oficinas on-line com integrantes que fundaram o grupo. Os elementos da linguagem estão no foco para mostrar como contracenam e produzem juntes uma metodologia de trabalho.

Nestas quinta e sexta-feiras (8 e 9/7), Roberta Estrela D’Alva aborda vertentes da poesia falada contemporânea em “Zona Autônoma da Palavra”. Também serão realizados alguns exercícios práticos a partir da voz, respiração, dicção, a relação do texto escrito com a fala, a postura cênica do corpo.

E na semana que vem, dias 15 e 16 de julho, é a vez de “Criação Dramatúrgica”, com Claudia Schapira. A oficina propõe referenciar alguns procedimentos da criação textual, tendo como ponto de partida o depoimento pessoal e outros elementos narrativos  da linguagem teatro hip-hop.

Todos os encontros acontecem das 14h às 16h. As vagas são limitadas. Inscreva-se gratuitamente aqui.

3. Contos sensíveis

Promovido pelo agente cultural Doni Araújo, o curso de contação de histórias “Contos sensíveis” recebe inscrições até esta sexta-feira (9/7). A proposta é utilizar técnicas de construção de personagens para auxiliar no processo de escuta e afeto de profissionais da educação formal ou não formal com seus públicos.

Serão 6 encontros, com duração total de 12h. O investimento é de R$ 50, mas há a possibilidade de bolsas integrais ou parciais. Clique aqui para participar.

Repentistas do Corpo (foto: Silvia Machado)

4. Um olhar muda tudo

A Cia Repentistas do Corpo, que desde 2001 reúne artistas da dança contemporânea que se inspiram e pesquisam as manifestações culturais brasileiras, realiza 2 sessões gratuitas de seus trabalhos mais recentes.

“Um Olhar Muda Tudo” aborda as possibilidades de diálogo entre dança contemporânea, teatro, música, imagens em movimento e poesia. Partindo do olhar singular e, ao mesmo tempo, plural que de cada intérprete tem sobre a vida e o seu fazer artístico, o trabalho convida o público a exercitar o olhar crítico, seletivo e reflexivo diante do que se passa no palco e suas relações com a vida.

As sessões acontecem neste sábado (10/7), às 21h, e domingo (11/7), às 18h, pelo canal do youtube do grupo. Acesse aqui. É gratuito e livre para todas as idades.

5. Mostras presenciais e virtuais

Localizada no Bom Retiro (centro de São Paulo), a Oficina Cultural Oswald de Andrade está com 2 exposições abertas. Para conferir, é necessário agendar visita presencial nesta unidade, até 24h antes da data desejada, via whatsapp (11) 94343-9338. Presencialmente, ficam abertas entre segunda e sexta-feira, das 12h às 16h.

Uma das exposições, que segue disponível até 15 de julho, é a mostra Postal Artist Books, que também oferece a alternativa virtual neste site (aqui). O conjunto de obras foi realizado em duplas, por 72 artistas de 36 países, que responderam à chamada aberta ao projeto, entre 2020 e 2021, durante a pandemia de Covid-19. As obras carregam experiências e visões deste momento único.

Já a segunda exposição é fotográfica e funciona apenas presencialmente até dia 23 de julho: na Cozinha de Imigrantes, imagens documentam parte dos movimentos migratórios pelo olhar da gastronomia, com objetivo de mostrar imigrantes que vieram para a cidade de São Paulo buscar nova vida e com o cozinhar como meio de trabalho. As fotos abordam a culinária de países como Colômbia, Grécia, Síria, Bolívia, Japão, Venezuela, Tailândia, Egito, entre outros.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CAIU TUDO POR AÍ?

Siga a gente no Twitter!

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: