Com novo álbum em vinil, Kaion retoma os bailes de música negra com show no CCJ

Para completar 20 anos de carreira, o músico Kaion lança em vinil o disco “Momento Bom”, com tiragem limitada. No melhor momento da sua própria música, o álbum que tem participações de diferentes músicos da soul music e do rap é o significado do próprio título para o artista.

No próximo domingo, ele é convidado de um evento que homenageia as mulheres no Centro Cultural da Juventude (CCJ), em São Paulo.

O LP em vinil chega com 7 faixas e passeia por diferentes estilos e ritmos da música negra, mesclando instrumentos analógicos e digitais. “Investi no vinil porque é algo que quase ninguém mais faz, mas é um objeto que valoriza a música, a qualidade e os bons tempos do soul”, disse.

O destaque fica por conta da faixa “Uma paixão”, releitura da música “Samurai” de Djavan, onde Kaion divide os vocais com Emicida e Dj Hum. Já a faixa “O seu caminho” traz a participação do rapper “Tio Fresh”, que também flerta com o saudosismo dos bailes black da década de 1970. Na sequência, as canções “Você me faz bem” e “Um novo diz chegou” trazem o neosul/ R&B característicos da marca de Kaion, com beats pulsantes.

Já a “Momento Bom”, faixa-titulo do álbum chega no clima acid jazz e é acompanhada pelo samba rock da música “Querendo te encontrar”, que já é sucesso nas festas do gênero. Por último, a faixa “Viver sem Você” tem a timbragem calibrada no melhor smooth soul da década de 1970 e traz Tony Bizaaro, um dos ícones da cena brasileira do período.

 

Com 20 anos de carreira, Kaion aposta na versatilidade

Maduro, o cantor formado pela Faculdade Paulista de Artes está envolvido com a música desde os 7 anos e resgata a musicalidade brasileira por meio das influências da raiz da música negra, proporcionando bons momentos aos ouvintes, dando continuidade à boa música dos anos 1970 feita por Tim Maia, Carlos Da Fé e Simonal.

A atualização musical se dá pela mistura de ritmos contemporâneos e a tecnologia digital. Nesta nova fase, o músico prepara o programa “Kaion Convida”, onde pretende regravar, em estúdio, músicas com artistas de diferentes linguagens, proporcionando um intercâmbio entre vários estilos e dispondo ao público uma nova opção de entretenimento.

Na história de vida, Kaion lembra que o gosto pelo soul foi herdado da mãe, ao lado de quem cresceu ouvindo Marvin Gaye e a banda Earth In The Fire. Já o pai, compositor de sucesso passou ao filho a musicalidade necessária para que ele assumisse o gosto pelas raízes da música negra e incluísse ainda o romantismo em seu repertório.

 

Anotaí!

Show – Kaion

Quando? Domingo, 15 de março, das 13h às 19h

Onde? Centro Cultural da Juventude (CCJ), ao lado do Terminal Vila Nova Cachoeirinha – Zona Norte de São Paulo

Carregando…