A Cidade dos Rios Invisíveis: teatro nos trilhos e à beira-rio na ZL Coletivo Estopô Balaio mostra, em encenação pelos trilhos da CPTM, as histórias de enchentes no Jardim Romano.

Chega às ruas da Zona Leste a terceira parte da trilogia encenada pelo Coletivo Estopô Balaio. Com a ideia de mostrar as causas das enchentes e como elas afetam a população, os atores do coletivo e moradores utilizam o cenário do Jardim Romano para dar tom à obra.

Partindo sempre às 14h da Estação Brás da CPTM, o espetáculo trás, nas ruas do bairro, elementos da dança de rua, rap, intervenções e grafites.

O próprio rio que passa pelo Jardim Romano e que transbordava no período de chuvas, por sua vez, é o personagem fio condutor da dramaturgia.

o público deve chegar 30 minutos antes para retirar os fones de ouvido
o público deve chegar 30 minutos antes para retirar os fones de ouvido. Foto: Reprodução.

O espetáculo é inspirado no livro “As cidades invisíveis”,  de Ítalo Calvino. O rio que passa pelo Jardim Romano e que transbordava no período de chuvas é o personagem fio condutor da dramaturgia.

A entrada é gratuita! Ingressos no email [email protected]

Mais informações em: https://www.facebook.com/CidadeDosRiosInvisiveis/?fref=ts

Anotaí!
O quê?

A Cidade dos Rios Invisíveis

Espetáculo nas ruas do Jardim Romano conta histórias de enchentes na região
Quando? Sextas, sábados e domingos, de 29/04 a 08/05 e 113/05 a 05/06.
Onde? Nas ruas do Jardim Romano. Encontro no Espaço Cultural da Estação Brás da CPTM
Rua Domingos Paiva, Brás.
Adicionar à agenda do Google