Centro de Cidadania debate violência contra mulheres no Extremo Sul Atividade faz parte da campanha internacional “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”. Inscreva-se!

Ligado à Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, o Centro de Cidadania da Mulher (CCM) no Grajaú promove nesta sexta-feira (30/11) um espaço para reflexão e troca de saberes sobre a violência contra a mulher na região.

Entre as participantes, estão Estefânia Ferrazzini Paulin, que atua na Promotoria de Enfrentamento a Violência Doméstica, e da delegada Juliana Bussacos.

O encontro é aberto a toda a população, especialmente a trabalhadoras e trabalhadores da saúde, educação, assistência social, cultura, de coletivos e organizações locais. Clique aqui para se inscrever.

Além disso, na próxima quinta-feira (06/12), das 14h às 17h, o CCM também realiza a exibição do documentário “Mulheres fortes das margens da Billings”, que mostra a mobilização de moradoras de bairros como Cantinho do Céu e Jardim Gaivotas pelo direito à saúde.

16 dias de ativismo

A campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres” é uma mobilização global da sociedade civil que, no Brasil, dura 21 dias.

Aqui, a campanha começou em 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, e se encerra no dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Essa mobilização global é apoiada pela campanha da ONU “Una-se pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”, com o objetivo de sensibilizar, galvanizar o ativismo, compartilhar conhecimento e inovação no que se refere a prevenir e eliminar a violência contra mulheres e meninas em todo o mundo.

Anotaí!
O quê?

Debate - 16 dias de ativismo no Grajaú

Quando? Sexta-feira (30/11), das 14h às 17h
Onde? No CCM Grajaú
Rua Professor Oscar Barreto Filho, 350 - Parque América - Extremo Sul de São Paulo
Adicionar à agenda do Google