12 mil indígenas vivem nas favelas e bairros periféricos

  São Paulo tem a quarta maior população indígena do Brasil: há 13.000 índios morando na cidade, que fica atrás apenas de municípios do estado do Amazonas. Se considerarmos apenas a população indígena urbana, São Paulo salta para o primeiro lugar com 11.900 pessoas vivendo longe das aldeias, segundo o censo 2010 do Instituto BrasileiroContinue lendo 12 mil indígenas vivem nas favelas e bairros periféricos

Benedito Guerra, de preso político a escritor

Por Aline Rodrigues (texto e fotos) Benedito Guerra, 74 anos, mora há 12 na Casa Madre Teodora dos Idosos, localizada no Jardim São Luís, zona Sul de São Paulo. Quando se mudou para lá, estava casado com Antonia. Eles viveram juntos por 44 anos, até que em 2007 ela faleceu com 93. Como ele mesmo fazContinue lendo Benedito Guerra, de preso político a escritor

Idosos proclamam independência na era digital

Por Aline Rodrigues (texto e fotos) Uma mudança social que tem contribuído com o isolamento de alguns idosos é a revolução das tecnologias e, por consequência, dos meios de comunicação, que criam para a mente dos mais jovens a sensação de que os valores e saberes antigos são obsoletos e até indesejáveis. E os idosos,Continue lendo Idosos proclamam independência na era digital

Idosos pedem respeito e espaço na sociedade

Foto em destaque: Joseh Sillva É preciso olhar com mais cuidado e respeito para uma população que em 2013 chegou a 14,9 milhões no país. São os idosos, que somam 7,4% do total da população brasileira, de acordo com o IBGE. Porém, o futuro traz um alerta ainda maior. Pessoas com mais de 60 anosContinue lendo Idosos pedem respeito e espaço na sociedade

Oficina de jornalismo e diversidade nas quebradas

Você sabia que quase 13 mil indígenas vivem em favelas, quebradas e aldeias minúsculas no município de São Paulo? E que os idosos já respondem por 7% da população brasileira? Ou que as periferias paulistanas abrigam, ao mesmo tempo, o maior percentual de evangélicos e pessoas sem religião? Para ampliar os olhares sobre as periferiasContinue lendo Oficina de jornalismo e diversidade nas quebradas

Existe vida nas chamadas “cracolândias”

  Patrícia não é zumbi. Nem morta-viva. A adolescente de 16 anos fuma crack desde os 12, quando começou a fumar com o então namorado. Apesar de morar com a mãe e mais cinco irmãos no Parque Novo Mundo, periferia norte de São Paulo, ela passa a maior parte do tempo nas ruas com outros dependentes.Continue lendo Existe vida nas chamadas “cracolândias”

Ex-gerente de boca tira jovens do tráfico

Marcos Lopes se envolveu com o crime cedo. Aos 14 anos, foi expulso da escola por assaltar a cantina. Na mesma época, começou a agir com um estelionatário e se mudou com ele para o Rio de Janeiro. Aos 15, roubava carros. Aos 17, virou gerente de biqueira. “Foi a parte mais cruel da minha vidaContinue lendo Ex-gerente de boca tira jovens do tráfico

Periferia sofre com a criminalização das drogas

A abordagem sobre dependência química passa, inevitavelmente, pelo debate sobre a descriminalização ou mesmo a legalização das drogas. Os últimos meses foram marcados por notícias a respeito do controle do governo do Uruguai sobre a produção e venda da maconha no país e pela legalização da erva nos estados do Colorado e Washington, nos EstadosContinue lendo Periferia sofre com a criminalização das drogas

Quando o centro é a periferia da periferia

“Fugir” para o centro da cidade é uma forma encontrada por dependentes químicos para se livrar do carimbo de “nóia” que muitas vezes recebem em seus bairros de origem. “Aos poucos, as pessoas que têm uso abusivo acabam se exilando no centro porque praticam alguns furtos e são estigmatizadas na sua quebrada”, explica Bruno RamosContinue lendo Quando o centro é a periferia da periferia

Quase um terço dos brasileiros vive nas periferias urbanas

Dos 194 milhões de habitantes que tem o Brasil, 56 milhões vivem nas periferias urbanas. É o que aponta o Mosaic, um levantamento da consultoria Serasa Experian que divide a população brasileira em dez grupos e 39 segmentos com base em renda, geografia, demografia, padrões de comportamento e estilo de vida. Para saber mais sobre o Mosaic,Continue lendo Quase um terço dos brasileiros vive nas periferias urbanas