Resistência dos pankararus na favela Real Parque

Da janela de seu apartamento, Maria Lídia da Silva, de 45 anos, observa a imponente Ponte Estaiada. Indígena da etnia pankararu, ela mora em um dos prédios erguidos desde 2010 pela prefeitura de São Paulo no lugar dos barracos de madeira da favela Real Parque. Lídia está há 15 anos longe da terra indígena demarcadaContinue lendo Resistência dos pankararus na favela Real Parque

12 mil indígenas vivem nas favelas e bairros periféricos

  São Paulo tem a quarta maior população indígena do Brasil: há 13.000 índios morando na cidade, que fica atrás apenas de municípios do estado do Amazonas. Se considerarmos apenas a população indígena urbana, São Paulo salta para o primeiro lugar com 11.900 pessoas vivendo longe das aldeias, segundo o censo 2010 do Instituto BrasileiroContinue lendo 12 mil indígenas vivem nas favelas e bairros periféricos

Guaranis entrevistam moradores da aldeia Tekoa Itu, menor terra índigena do Brasil

Aos pés do Pico do Jaraguá e cercados por juruás por todos os lados, 800 indígenas vivem em um pedaço de chão com menos de dois hectares

Educação libertadora: da alfabetização de adultos à escola indígena

Educação tem jeito? O Percurso em Defesa da Diversidade Cultural reuniu educadores para debater um modelo que leve à emancipação.

Índios guaranis sofrem atentado a tiro em Parelheiros

(Foto: Mariana Belmont)

Duas pessoas em cima de uma moto passaram atirando em direção aos indígenas da aldeia Tenondé Porã, que estão em processo de retomaram de terra na região

Para preservar cultura, guaranis promovem feira de artesanato e ocupam território em Parelheiros

(Foto: Thiago Borges/Periferia em Movimento)

Indígenas promoveram uma feira de artesanatos, além de desfile e coral das crianças em meio à tensão vivida devido a uma nova ocupação pela comunidade.

Reportagem coletiva: Indígenas guaranis noticiam o que acontece na aldeia Tenondé Porã

Durante a oficina de jornalismo realizada pelo Periferia em Movimento, moradores da aldeia Tenondé Porã entrevistaram outros guaranis sobre a vida na comunidade.

Indígenas guaranis convocam manifestação em São Paulo

(Foto: Mariana Belmont)

Propostas inconstitucionais, como as PECs 215 e 227 e outras, ameaçam os povos indígenas que resistem à perseguição latifundiária.