De Mano Brown a Rincon Sapiência, gerações do rap se encontram em show ‘zica’ de Terra Preta

(Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento)

Zica, na quebrada, já deixou de ser sinônimo de azar. Pelo contrário. Zica é quem faz acontecer, é destemido, chama a atenção. E a palavra imperou no show!

Vídeo: O funk carioca em tempos de “pacificação” das favelas

Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento

“Hoje, o moleque dança frevo, com samba e tambores africanos – e isso é funk”, conta MC Raphael Calazans, que aponta que o funk é o meio de comunicação encontrado por esses jovens.

Entrevista: Terra Preta fala sobre o lançamento de “Homem Figa Vol. 1”, seu primeiro álbum

Foto Aline Constantino/Divulgação

Nascido no Jabaquara e criado no Grajaú, bairros da zona Sul de São Paulo, ele quer surpreender um trabalho baseado no hip hop e R&B com influências de outros ritmos musicais.

Vídeo: Binho comenta campanha on-line para salvar um dos saraus mais tradicionais da periferia paulistana

Um dos saraus mais tradicionais da periferia, que ocorre há 10 anos, estava ameaçado. Na internet, pessoas se mobilizaram para salvar o Sarau do Binho – e conseguiram.

Sobrenome Liberdade: o nascimento de mais um sarau na periferia de São Paulo

(Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento)

O que era pra ser “apenas” um festival se revelou uma surpresa: a criação de mais um sarau literário na periferia, somando-se a 50 outros por aí.

Sem temor, as quebradas se apropriam das novas mídias

O que explica a proliferação de lan houses no início da década em qualquer quebrada do Brasil, com acesso à internet e imensas possibilidades a R$ 2 a hora?

Literatura marginal vira tema de estudos na Argentina

“Sarau era uma prática que havia sumido há mais cem anos no meu país”, contou Lucia Tannina, durante o seminário “Estéticas das Periferias”.

Os marginais invadem o centro. Quem segura?

De um lado está o funk carioca, que toca em todo o país. Do outro estão os motoboys, que apenas em São Paulo somam 500 mil habitantes.

Quem são os intelectuais das periferias?

“Agora que falamos por nós, o que os intelectuais vão fazer? Que comam brioches”.

A periferia tão longe e tão perto

Coordenador de cultura da ONG Ação Educativa observa que a Cidade de São Paulo segrega a periferia socialmente, economicamente, esteticamente.