Comissão da Verdade da Democracia: “Nossos mortos têm voz”

(Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento)

Apesar da ditadura militar ter acabado há 30 anos, a violência estatal segue firme na democracia brasileira. Mas um importante passo foi dado para visibilizar esse massacre: a criação da Comissão da Verdade dos Crimes da Democracia

Policiais invadem lanchonete e agridem manifestantes durante ato contra tarifa

Texto e fotos por Guilherme Rocha, em colaboração para o Periferia em Movimento Após a Polícia Militar interromper a continuidade do 1º Ato Contra a Tarifa, convocado pelo Movimento Passe Livre na última sexta-feira (09/11) em São Paulo, manifestantes e transeuntes que estavam na rua da Consolação (centro de São Paulo) correram para os arredores para fugirContinue lendo Policiais invadem lanchonete e agridem manifestantes durante ato contra tarifa

Ferguson é aqui! Polícia mata, governo mente e movimento negro convoca protesto

Por Douglas Belchior, em seu blog Noite de terça feira, 9 de dezembro, Jd. São Luiz, Zona Sul de São Paulo. Depois da prisão de um “suspeito” por tráfico de drogas, um corre corre. Thiago Vieira da Silva, 22 anos, enquanto gritava por socorro, é assassinado a tiros pela polícia. 10 tiros! Em nota, a Secretaria deContinue lendo Ferguson é aqui! Polícia mata, governo mente e movimento negro convoca protesto

Rapper e professor denuncia “detector de pretos”

Trajando uma camiseta estampada com a figura do líder negro estadunidense Malcom X, na última segunda-feira (08 de dezembro) o rapper e professor Robson Martins de Oliveira, 30 anos, foi barrado na porta giratória de uma unidade do Banco do Brasil (BB) no distrito de Parelheiros, Extremo Sul de São Paulo. Segundo ele, funcionários da agênciaContinue lendo Rapper e professor denuncia “detector de pretos”

Movimentos contra guerra aos pobres

Vera Lúcia dos Santos, 59 anos, é vítima em dobro do Estado de São Paulo. No dia 15 de maio de 2006, em Santos (SP), um grupo de extermínio matou seu genro e sua filha, que estava grávida e foi assassinada por quatro homens encapuzados na véspera da cesariana. Naquela semana, pelo menos 493 civisContinue lendo Movimentos contra guerra aos pobres

“FAVELA” LEVANTA GRITO CONTRA O RACISMO

Por Victor Santos, da Revista Vaidapé A abertura do Estéticas das Periferias de 2014 aconteceu no Auditório do Ibirapuera com o espetáculo gratuito “Favela”. O evento tem o objetivo de enaltecer a arte produzida nas bordas da metrópole.  No palco, histórias trágicas e cômicas trazidas da quebrada eram intercaladas por sons da banda Aláfia, com diferentes elementos da música de raízes africanas.Continue lendo “FAVELA” LEVANTA GRITO CONTRA O RACISMO

Mulher negra periférica resiste pela cultura

Fotos Mulheres na Luta Elas já abortaram para livrar os filhos da escravidão. Sem destino após a abolição, continuaram lutando para colocar comida em casa. Do julgo imposto ainda em território africano ao Brasil contemporâneo, as mulheres negras continuam resistindo neste canto do mundo. No último dia 25 de julho, celebrou-se o Dia da Mulher Negra Latino-AmericanaContinue lendo Mulher negra periférica resiste pela cultura

“A ditadura continua nas periferias”

O mês de abril foi marcado pelas celebrações dos 50 anos do golpe militar, que implantou no Brasil uma ditadura que se manteve por mais de duas décadas no poder. Com amplo apoio da mídia, de empresários e da classe média, o regime resultou em torturas, desaparecimentos e mortes de militantes de esquerda, indígenas e camponeses,Continue lendo “A ditadura continua nas periferias”

Chacina na Brasilândia tem silêncio da imprensa

Por Isabella Amaral, na Revista Vaidapé Madrugada da quarta-feira, 16 de abril, véspera da Páscoa. O relógio marca duas da manhã. No Jardim Elisa Maria, na Vila Brasilândia, na zona norte de São Paulo, uma chacina. Dois homens de toca, vestidos de preto, chegam a pé à Praça dos Sete Meninos, ordenam aos cinco jovens que láContinue lendo Chacina na Brasilândia tem silêncio da imprensa

A periferia, além de tudo, lutou contra a ditadura

Por Joseh Sillva, no Observatório Popular de Direitos A periferia foi e é construída por luta. Não há um posto de saúde, praça, escola, transporte, asfalto que não tenha sido erigido com união e reivindicação do povo. Há pelo menos 60 anos os periféricos ocupam espaços públicos, seja para construir casas ou sanar qualquer necessidade que favoreçaContinue lendo A periferia, além de tudo, lutou contra a ditadura