Foto em destaque: Thiago Borges / Periferia em Movimento

Nesta semana, 2 atividades transmitidas pela internet promovem uma reflexão sobre meio ambiente, contexto urbano e alimentação: um encontro promovido pela Uneafro Brasil; e a segunda edição do Festival Quebrada Orgânica.

Rede de cursinhos populares presente em periferias de São Paulo e do Rio de Janeiro, a Uneafro Brasil realiza o encontro “Diálogos sobre educação popular e agroecologia urbana como resistência ao racismo e à necropolítica”.

O objetivo é pautar a soberania alimentar a educação popular como caminhos para fortalecer as quebradas e resistir ao racismo. Entre as participantes, estão Suely Araújo (especialista em políticas públicas do Observatório do Clima), Maria Alves (militante do MST – Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) e o rapper Emicida.

A conversa faz parte do Núcleo Virtual da Uneafro e os estudantes vão receber certificado, mas o encontro é aberto a todo o público. Transmitida pelos canais do youtube e facebook, o evento ocorre na quinta-feira (22/4), às 19h30.

Já entre sexta e domingo (23 a 25/4), ocorre o Festival Quebrada Orgânica. O evento mescla arte, cultura e alimentação orgânica. A programação tem duração de 1 hora em vídeo a cada dia, sendo igual em todos eles.

A novidade está na interatividade para além da tela. Quem mora na região de M’Boi Mirim e Campo Limpo (zona Sul de São Paulo), pode se inscrever e adquiria o “box festival”, com alimentos orgânicos. A ideia é que a pessoa receba esse box em casa no dia do festival. A caixa tem preço simbólico de R$ 39 e serve 2 pessoas.

Na sexta-feira (23/4), o evento acontece às 14h e tem massa fresca orgânica no cardápio; no sábado (24/4), acontece às 18h e taz “jacalhau” a Gomes de Sá; e no domingo (25/4), às 18h, tem escondidinho de carne de jaca. Para participar, é preciso se inscrever aqui. O link de acesso ao festival será enviado 30 minutos antes da realização.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CAIU TUDO POR AÍ?

Siga a gente no Twitter!

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: