#AgostoNegro: um ano depois de chacina em Osasco e Barueri, movimentos seguem na luta contra o genocídio Familiares e organização fazem atos para relembrar o caso na sexta e no sábado. E, ao longo do mês, uma série de ações nas quebradas de São Paulo denuncia o genocídio que segue em curso

No dia 13 de agosto de 2015, 18 pessoas foram assassinadas em uma ação orquestrada na Grande São Paulo – 15 em Osasco e três em Barueri. Uma quinzena depois, a 19ª vítima veio a falecer. Apenas em um bar no bairro de Munhoz Júnior, em Osasco, dez homens foram mortos no mesmo ataque. Outras seis pessoas ficaram feridas

Trata-se da maior chacina da história do Estado desde o Massacre do Carandiru, em 1992, e os indícios levam a crer que os crimes foram praticados por grupos de extermínio formados por policiais: a morte de um PM e de um guarda civil dias antes, a abordagem das vítimas pelos assassinos e mensagens trocadas por militares no WhatsApp fortalecem essa possibilidade. Porém, até o momento, poucos suspeitos foram presos e ninguém foi julgado, enquanto os familiares as vítimas aguardam assistência e indenização do Estado.

Para lembrar os 365 dias de luto e luta, a organização Rio de Paz promove um ato em memória aos mortos nesta sexta-feira (12/08), das 06h às 14h, no vão livre do MASP, na avenida Paulista. E no sábado (13/08), às 15h, os familiares fazem uma homenagem às vítimas no Terminal Munhoz, que fica na avenida Diretriz, em Munhoz Júnior (zona Norte de Osasco).

#AgostoNegro

Ao longo de todo mês, uma série de ações promovidas por movimentos sociais e coletivos culturais nas quebradas de São Paulo denuncia o genocídio do povo preto, indígena, pobre e periférico. Confira as ações programadas para o #AgostoNegro:

Quinta-feira, 11 de agosto

Às 20h30 – Sarau Elo da Corrente lança o livro “A Rainha do Cine Roma”, do guerreiro zapatista Alejandro Reyes. Organizado em parceria com o Sarau da Brasa.

Onde? Rua Jurubim, 788 – Pirituba – Zona Norte de São Paulo. Mais informações aqui. 

Sábado, 13 de agosto

Às 20h – Sarau Palmarino – Lançamento do Livro do Círculo Palmarino, comemorando dez anos de existência

Onde? Círculo Palmarino – Rua Campos Sales, 43 – Jardim Kennedy – Embu das Artes – Grande São Paulo. Mais informações aqui.

Terça-feira, 16 de agosto

Às 16h – Debate-papo “Você é o que lê”, com a participação de Xico Sá, Maria Ribeiro e Gregorio Duvivier, mediação do poeta Sérgio Vaz da Cooperifa e e pocket shows de Cocão e Fino Du Rap. O evento faz parte da comemoração dos 15 anos da Cooperifa.

Onde? No CEU Casablanca – Rua João Damasceno, 85 – Jardim Casablanca – Zona Sul de São Paulo. Mais informações aqui

Quarta-feira, 17 de agosto

Às 19h – Na 31ª edição do campeonato de DJs DMC Brazil, participações especiais dos grupos Filosofia De Rua, Doctors MCs, Comando Dmc, entre outros.

Onde? No Teatro Sérgio Cardoso – Rua Rui Barbosa – Bela Vista – Centro de São Paulo

Quinta-feira, 18 de agosto

Às 13h – 6º Aniversário do Coletivo Perifatividade – com a partir das 13hs na , com a participação de Thaide, Pânico Brutal, Vinão Alobrasil, Odisseia das Flores e muito mais

Onde? Rua Memorial de Aires (Fundão do Ipiranga) – Zona Sul de São Paulo. Mais informações aqui.

Às 19h – Caminho do RAP Especial – Arrecadação de Alimentos e Roupas para a Comunidade dos Tubos, com a participação de Visão Distorcida, Coligação SP, MC Muka e mais.

Onde? Ao lado da Praça do Limão – Zona Norte de São Paulo. Mais informações aqui.

Sexta-feira, 19 de agosto

Às 22h – 47º Aniversário da Gaviões da Fiel, na quadra da torcida e com a presença dos Racionais MCs.

Onde? Rua Cristina Tomás, 183 – Bom Retiro – Centro de São Paulo. Mais informações aqui.

Domingo, 21 de agosto

Às 16h – 7ª edição do Slam das Minas, com Yzalú e DJ Luana Hansen

Onde? No Mundo Pensante – Rua 13 de Maio, 825 – Bela Vista – Centro. Mais informações aqui.

Quarta-feira, 24 de agosto

Às 16h – AFROntando – Desfile para a valorização da Mulher Negra, organizado pela AFRONtando Brasil.

Onde? Hall Monumental da ALESP – Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – Avenida Pedro Álvares Cabral – Ibirapuera. Mais informações aqui.

Domingo, 28 de agosto

Às 10h – Mutirão Social da Horta Comunitária “Cores e Sabores”, promovido pela Associação Capão Cidadão e apoio do Movimento Mães de Maio

Onde? Na avenida Carlos Caldeira Filho – Campo Limpo – Zona Sul de São Paulo. Mais informações aqui.

Terça-feira, 30/08

Às 19h – Dia Internacional dos Desaparecidos Forçados pelo Estado – Nesse dia, acontece o lançamento dos primeiros três produtos do Memorial dos Crimes e Maio: sendo duas publicações sobre os 10 anos dos Crimes de Maio (coordenado por André Caramante da Ponte Jornalismo) e a luta das Mães de Vítimas (coordenado pelas Mães de Maio), e o Vídeo-Educativo do Memorial dos Crimes de Maio (dirigido pela Memória Viva Produções).

Onde? Local a definir