Ampliando saberes: Vivências abordam teatro, narrativas e moda nas periferias, além de empreendedorismo ambiental e residência artística

Mesclando saberes ancestrais e novas tecnologias, as periferias produzem conhecimento

Festas e pedalada marcam Dia das Crianças nas quebradas da Zona Sul

Para celebrar o 12 de outubro, uma série de atividades está prevista em diferentes pontos da Zona Sul de São Paulo. Promovida pela Cooperpac e Agência Cresce no âmbito das atividades da UniGraja – Universidade Livre Grajaú, a feira “Criança consciente é criança do futuro” vai contar com diversas atividades, como feira de trocas de […]

Matriarcas: Filha do distrito mais negro de SP, Maria Afonso construiu “cidade branca” mas desfrutou pouco

Com 57% de negros entre a população de 146 mil habitantes, Parelheiros é o distrito mais negro da cidade de São Paulo. E aqui, na zona rural paulistana, dona Maria Afonso Garcia passou boa parte da vida morando e trabalhando ainda criança. Em olarias de tijolos, o serviço começava à 01h30 da madrugada e ia até as 18h30. Nos fornos de carvão da região, a jornada era das 06h às 18h.

Famílias periféricas: muito além do comercial de margarina

A nova reportagem da Periferia em Movimento, que faz parte do projeto #NoCentroDaPauta, aborda a constituição de diferentes famílias nas periferias de São Paulo.

A poesia pede passagem: 04 rolês pra ouvir e declamar seus versos no Extremo Sul de São Paulo

Quem disse que as quebradas não produzem ou consomem arte?

Matriarcas: Dona Lourdes cura as dores do mundo com ervas, brasa de fogo e amor no coração

Texto por Thiago Borges. Idealização: Lucimeire Juventino. Reportagem, roteiro e edição: Lucimeire Juventino, Pedro Ariel Salvador e Thiago Borges Aos 80 anos, Maria de Lourdes Souza já passou muito perrengue na vida: da fome à migração forçada até a morte de alguns filhos. Mas sempre manteve a fé na proteção divina. E hoje, olha pra […]

Nudes vazados nas redes: uma questão de gênero que é anterior à internet

A disseminação de fotos íntimas sem consentimento é prática antiga de uma cultura machista

Do jongo ao rap, da poesia ao maracatu: ações culturais ocupam o espaço público na zona Sul

Em equipamentos públicos ou ocupações, coletivos promovem atividades no fim de semana

Exposição de artistas LGBTQNP+ e encontros de poesia marcam fim de semana no Extremo Sul

Confira a seleção de atividades que fizemos!

Festival no Grajaú, grafitaço em Parelheiros e mais 03 rolês no fim de semana

Para ampliar os saberes, apreciar manifestações artísticas e construir um futuro ancestral

Ajude-nos no Catarse Doe
Receba notícias no WhatsApp Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: