Inclusão? Me inclua fora dessa

Por Thiago Borges, no Jornal Cidadania Inclusão das periferias. Apesar de ser objetivo do artigo, não vamos falar sobre isso, beleza? Explico: quando ouço a palavra “inclusão”, fico logo desconfiado. Supõe que há um grupo de excluídos que precisa ser integrado a uma realidade teoricamente melhor que, obviamente, é apresentada dessa forma por quem já faz parte […]

“Por que o senhor atirou em mim?”: vídeo com artistas periféricos antecede ato pela desmilitarização

“Por que o senhor atirou em mim?”, foi o que disse o adolescente Douglas Rodrigues, de 17 anos, ao ser atingido no peito pela bala de um policial na zona norte de São Paulo.

Uma visita ao Pagode da 27

Participantes do programa Escola Livre conversam sobre cultura com integrantes de uma das principais rodas de samba de São Paulo.

Na escola, crianças experimentam a literatura de diferentes formas

Mais de 400 alunos da EMEI Clarice Lispector, no Jardim Guarujá, tiveram um dia diferente em 23/10. A escola fez parte da programação da 6ª Mostra Cultural da Cooperifa.

Com presenças de Haddad e Edi Rock, Cooperifa encerra 6ª Mostra Cultural

“Nunca fui a um sarau, mas já sabia o que era. A Cooperifa é famosa”, declarou Fernando Haddad, em entrevista exclusiva ao Periferia em Movimento.

Fino Du Rap e Tati Botelho: rappers forjados na poesia

Figuras fáceis nos saraus da Cooperifa, os integrantes da nova safra do rap nacional são influenciados por escritores e poetas periféricos.

Edi Rock pede atenção dos coletivos de cultura contra genocídio nas periferias

“Tá acontecimento um erro grave, que já existiu nos anos 90 e está voltando. Além do extermínio praticado pela polícia, nós estamos nos matando”.

Exclusivo: Na Cooperifa, Haddad reconhece necessidade de apoiar cultura periférica

“Nosso objetivo é reservar 2% do orçamento da prefeitura para a cultura, que é uma pauta antiga”, disse Haddad, durante Mostra Cultural da Cooperifa.

Bailarinas da ONG Capão Cidadão se apresentam para público infantil

A ONG Capão Cidadão foi fundada em 2004 e, desde a criação, depende de doações, eventos e bazar para manter suas atividades.

Para preservar cultura, guaranis promovem feira de artesanato e ocupam território em Parelheiros

Indígenas promoveram uma feira de artesanatos, além de desfile e coral das crianças em meio à tensão vivida devido a uma nova ocupação pela comunidade.

× Notícias no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: